21/01/2013

Recanto(s) 1

Foto: Tono Stano


há uma lonjura que me abraça

ínfimo recanto de uma indistinta melodia 

e entre a sombra e a luz existe


é uma ausência feita matéria

gerada por forças anímicas

que vacilante cintila na distância


um sopro feito impulso

acordado na madrugada de um adeus.

Irene Ermida





2 comentários:

Sérgio Pina disse...

Sempre um prazer. Adoro passar por aqui. Parabéns.

Irene disse...

Obrigada Sérgio.
És sempre bem-vindo!